sábado, 19 de setembro de 2015

A QUESTÃO NÃO É TRATAR POR...É TRATAR COMO!



Estes são os meus Príncipes desde sempre e para sempre!



Na reunião de Pais/EE expliquei 

porque é que a minha Sala é dos Príncipes e Princesas. 

Eu fui sempre tratada como uma 

pequena princesa e foi assim que tratei sempre

os meus filhos.


A questão não é tratar por...é tratar como!

Acredito que todas as crianças do mundo

devem ser tratadas como príncipes e princesas

por direito!

Devem ser tratadas com o cuidado e o amor

que as façam crescer e tornar-se adolescentes,

jovens, adultos, com valores.



Agora tornou-se uma moda chamar Príncipes e Princesas

às crianças e seria muito bom se fosse 

sempre com verdade. 

De nada serve falar delas assim e tratá-las aos berros.


Os Príncipes e as Princesas

da minha sala são crianças que correm, saltam,

trepam às árvores, saltam nas poças de água,
 
escutam, observam, exprimem-se

aprendem através da descoberta,

brincam e são, essencialmente, felizes! 


13 comentários:

  1. Por mim e pelos meus filhos serás sempre tratada como uma Rainha, e não por Rainha! <3
    Os príncipes e as princesas da tua sala terão, ainda, a fantástica oportunidade de IMAGINAR e de VIVENCIAR momentos únicos!!! <3

    Rita Silvério (mamã do Gonçalo F.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Rita!
      Há pessoas que passam pela nossa vida e há as que ficam para sempre. <3

      Eliminar
  2. Que saudades que eu já tinha de aqui vir. É verdade a xinha é e será sempre uma rainha para mim e para a princesa Yasmin . Que este ano tenha muitos mais pais a dar valor ao carinho , atenção e dedicação que a xinha dá aos principes e princesas e reconheçam o exelente trabalho .beijinho.

    ResponderEliminar
  3. E como são felizes as crianças no reino da Xinha! Divertem-se e aprendem de forma criativa e sempre a brincar.... E é tão bom as partilhas que eles fazem do que aprendem e do que fazem!!! Pelo menos para nós é fantástico ver o brilho que vemos diariamente nos olhos da minha princesa.
    A Sara está ansiosa por começar e nós também, para a ver crescer mais um pouco!
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amanhã é o primeiro dia de um novo ano que se adivinha cheio de sorrisos!!!
      Beijinhos!

      Eliminar
  4. Boa noite Xinha!! Sou a mãe do Martim, gostaria de felicitá-la pelo seu Blog e pelo carinho e dedicação que senti não só para com o meu filho, mas para com todas as crianças na sala... O Martim adorou a nova escola,os amiguinhos e a Xinha... Passou o fim de semana todo a perguntar quando ia para a escolinha ;)
    Espero que os príncipes e princesas sejam muito felizes nesta viagem pelo reino da fantasia , assim como a Rainha Xinha ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mãe do Martim!
      O Martim é muito simpático e tem estado muito à vontade na nossa sala. Ainda bem que ele está a gostar. :)
      Obrigada!

      Eliminar
  5. Nós bem sabemos que a Xinha trata os seus meninos e meninas não por, mas sim como uns verdadeiros príncipes e princesas.
    Já tínhamos a experiência anterior de que a Leonor sempre foi tratada como uma princesa!!!
    Hoje confirmou-se novamente quando a Mariana chegou a casa... ela vinha encantada com o grandioso e lindo Reino da Xinha. E o modo como a Mariana falava e descrevia o que fez ao longo do dia percebia-se nas suas doces palavras que tinha sido tratada como uma verdadeira princesa.

    Mariana: "O meu dia na escolinha foi muito bom. A Xinha pediu para fazer cara alegre para tirar uma fotografia para pôr no cabide. A Xinha contou uma história do David porta-se mal. Brinquei com os amiguinhos. Fiz um desenho com os lápis da Xinha. E brinquei na casinha. Beijinhos para a Xinha!"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São tão engraçados os relatos deles. :D
      Beijinhos para a Mariana!

      Eliminar
  6. Como mãe da Glória e do Daniel, tenho a certeza que ambos foram tratados como princesa e príncipe, respetivamente. E que a Xinha está no coração de ambos como uma GRANDE AMIGA. Bjs 😄

    ResponderEliminar