quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

RITA CORREIA DE VOLTA À NOSSA SALA


























Toda a magia de "O Meu Nome é..."

9 comentários:

  1. Hoje o trabalho é sobre a Rita Correia.

    A Rita Correia chegou e contou a história ‘O Meu Nome É…’. A Rita Correia perguntou aos meninos: vocês gostam da chuva? Eu disse que sim, os outros meninos disseram não. A Rita disse que a chuva é um pouco chata, mas às vezes é boa. Vou contar a história do meu nome é… É um tesouro? Ou é um mistério? Abriu o livro e perguntou se vimos o ‘E’. Junta o Sol, o mar e o vento. A chuva também serve para regares as plantas. Já viram o ‘S’? Já viram o ‘P’ e depois o ‘ E’ e depois o ‘R’… Quando eu ainda não tinha nascido qual era o meu nome, pai? Depois a letra ‘A’, depois o ‘N’. Já viram com cimento e pedras no passeio como nasce uma flor? Já viram o ‘A’? Quando um neto dá um abraço ao avô é amor ou porque não são amigos? É de amor. Depois o ‘Ç’, já viram o ‘A’? O arco iris nasce com água e Sol. Agora é a última parte, quando eu ainda não tinha nascido eu era ESPERANÇA.

    Foi um trabalho muito lindo,

    Cá em casa foi feito com muita emoção,

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Carla e João (pais da Inês)27 de janeiro de 2017 às 07:29

    A Inês está encantada com esta história, mal chegámos a casa e ela não se calava, andou o tempo todo com o livro na mão, foi buscar a tesoura e cola,um espelho... diz este livro era especial.Não era como os outros que só se folheiam, mas que suspense,começámos a ficar curiosos...depois de muito entusiasmo ficou muito pensativa e disse que só havia um "proglema" não podia fazer um puzzle, precisava de mais livros iguais... de repente diz, pronto vocês têm de imaginaralgumascoisas porque eu não consigo fazer o puzzle...e lá começou a contar:

    era uma vez uma menina que tinha um nome muito especial evocês vão ter de descobrir qual é, mas não é já, é só no fim da história. O nome dela é especial, sempre, não interessa se ela é de Portugal ou de outro mundo (queria dizer país e lá corrigiu)é um nome generoso e que faz sorrir, fica feliz com o sol e triste com a chuva e até rima com criança depois aparece o arco-íris (hora do trabalho manual) mais uma páginas voltadas e diz, através desta mapa já conseguem adivinhar qual é o nome mas não digam... entretanto já era hora do espelho, o espelho era pequeno para se ler tudo, então foi hora de azáfama, livro prá direita, livro prá esquerda, mais para cima e mais para baixo. Pára tudo, disse ela, tem de ser uma parte de cada vez, e lá conseguimos ler o que estava escrito ao contrário:
    - A solução está aqui...és tu?
    -O meu nome é o teu...tu és a esperança!
    Fim!
    Claro que o nome secreto só podia ser mesmo um nome especial, adorámos a história! Obrigada Rita Correia

    ResponderEliminar
  3. O Rafael veio encantado com o livro e só dizia que era o livro mais fixe de todos, aqui fica o resumo feito por ele: "O livro da Rita Correia é mágico, aqui na capa escondido e só dá para se ver ao sol aparece o nome que todos os bebés tem antes de terem nome... Esperança! A Rita começou a perguntar será que é o sol? Será que é um tesouro? Será que é um segredo? Depois a Rita perguntou se juntar o sol, o mar e vento dá que cor? Nós respondemos verde. Ela contou que se juntar o sol e a chuva aparece o arco-iris. E depois a Leonor disse criança rima com Esperança e a Rita Correia disse booaa! Depois a Rita mostrou-nos as letras escondidas que diziam juntas Esperança! "

    ResponderEliminar
  4. O meu nome é …
    Depois de almoço, sentámos à espera da Rita Correia e ela trouxe um livro que se chamava “O meu nome é…” e começou a contar a história.
    Em cada página da história está uma letra escondida que é o nome de uma menina que tinha um nome diferente. A primeira letra é o E, depois encontrámos a letra S, depois foi a letra P, a seguir o E, depois o R, a seguir o A, o N, o Ç e por fim o A. Em cada página também tinha uma abelha escondidinha e em algumas páginas tinham uma bola vermelha, que eram cinco.
    Quase no final a Rita disse que o nome da menina rimava com a palavra Criança e a minha amiga Leonor disse que era Esperança, a Rita deu mais cinco à Leonor e disse “Boa!”
    A Rita continuou a contar a história… no final da história a Rita perguntou:
    - Quem é que consegue ler? E eu levantei o dedo. A Rita fez uma experiência, pôs um espelho à frente do livro na última página e eu consegui ler.
    Depois a Rita mostrou-nos que o nome Esperança estava escondido na capa.
    De seguida, fomos ver a Rita a fazer os puzzles com o livro e os cartões que ela trouxe. Esta parte foi muito gira porque eu não tinha percebido que dava para fazer isto.

    Miguel Rebocho

    ResponderEliminar
  5. Estranhando o silêncio da minha filha no caminho para casa resolvo perguntar:
    Então filha não tens nada para me contar hoje?
    Resposta da Adriana:
    Tenho,mas não posso contar...porque a história é segredo! :-) _

    ResponderEliminar
  6. Visto então que a história é segredo não me contou nada.
    Mas vinha muito entusiasmada e me disse que quando juntamos esses livros todos transformam num puzzle.
    A noite lemos juntas e ela esteve a me explicar que ESPERANÇAS quer dizer que esperam ter bons filhos simpáticos. :-)
    Também explicou que temos que adivinhar as letras no livro... e disse: A minha cabeça pensa bem! :-) esta aqui as letras esperanças vês?

    ResponderEliminar
  7. Cá por casa, foi muito participado.
    Eu fui lendo a história e a Leonor ia-nos chamando a atenção para as pistas ao longo do livro. Falava-nos dos promenores, das ilustraçoes com continuidade noutras paginas e nas bolas vermelhas, o mapa, as letras... ufa foi muito muito trabalhoso!!
    Por fim a questão do none que rima com criança, a mana teresa diz logo: constança!
    A leonor nao aguentou manter por mais tempo o enigma, não fosse alguém adivinhar.... e fez o seu brilharete!!
    Chegámos ainda à conclusão que o bebe da xinha é esperança...

    ResponderEliminar
  8. Eu gostei muito de ter a Rita Correia na minha sala. Gostei também do livro que tem desenhos que dão para se juntar, que tem sempre uma abelha em todas as folhas. Também gostei da história! Gostei de tudo! E mais uma coisa... na capa! Eu explico, quando éramos bebés, ainda não tínhamos nome, por isso, nós tínhamos o nome de Esperança, que está escrito na capa, em reflexo!!! A Xinha também nos disse que um livro tem capa, contracapa e lombada, todos têm!!! Gonçalo F.

    ResponderEliminar
  9. A Rita Correia chegou a nossa sala. Os meninos da sala 3 também vieram para a nossa sala. A Rita contou-nos a história do livro o meu nome é Esperança. Ela contou-nos que há muitas partes do livro que formam puzzles.
    E mostrou-nos os puzzles e deu à Xinha.
    Eu gostei muito do livro da Rita.
    Queria dar muitos beijinhos à Rita.
    Martim Alves

    ResponderEliminar